Depressão no Idoso

A Depressão no idoso muitas vezes se manifesta com sintomas que são erroneamente considerados como normais para o envelhecimento, como fadiga, perda do apetite, fraqueza geral, dores musculares e diminuição de memória. Com isso temos infelizmente, um atraso no diagnóstico.

Além desses sintomas, o idoso pode ter tristeza, melancolia, irritabilidade, ansiedade, insonia e perda do prazer para as atividades diárias.

A Depressão aumenta mortalidade desses pacientes pois acaba piorando outras patologias.

O tratamento muitas vezes se dá de maneira incorreta, pois muitos medicamentos para depressão não podem ser ministrados a esses pacientes pelos efeitos colaterais que provocam.

Por isso a importância da consulta com o geriatra que pode receitar os medicamentos mais apropriados a esses pacientes, dando uma melhor qualidade de vida a esses idosos.

A taxa de suicídio é maior em idosos com mais de 70 anos

Em alusão ao setembro amarelo, mês de conscientização sobre a importância da prevenção do suicídio, o Ministério da Saúde divulgou que é alta a taxa de suicídio entre idosos com mais de 70 anos. Nessa faixa etária, foram registrados uma média de 8,9 mortes por 100 mil nos ultimos seis anos. A média nacional é de 5,5 por 100 mil.

Entre os fatores de risco para o suicídio estão a depressão, alcoolismo, esquizofrenia, isolamento social, perda de familiares, doenças incapacitantes, dor crônica e câncer.

É de suma importância a prevenção ao suicídio como os cuidados para a saúde mental do idoso e o apoio familiar ao paciente idoso.

Qualquer manifestação ou idéia de suicídio nessa faixa etária deve ser levada a sério, pois o ato consumado é maior nessa população, e encaminhado o paciente ao médico e psicólogo para tratamento.

Fale Conosco

Marque uma consulta, tire dúvidas ou envie sugestões

Telefone - (45) 3035-3414
Celular - (45) 9 9815-2200